Benefícios da EMS (Eletroestimulação)

Existem inúmeros benefícios da EMS: com um treinamento de eletroestimulação, você pode alcançar resultados significativos sem riscos de sofrer lesão. Pode ainda perder peso, ganhar musculatura, tonificar os músculos, tratar lesões ou eliminar o estresse. Esses são apenas alguns dos múltiplos benefícios que a EMS pode oferecer.

A EMS vem sendo aplicada há muitos anos na fisioterapia e no alto rendimento esportivo. A intensidade do treinamento vem de uma estimulação elétrica suave, não de cargas pesadas (como pesos/halteres), de modo que o treinamento EMS não representa um estresse adicional para as articulações ou ligamentos.

Foi comprovado cientificamente que o treinamento EMS produz resultados melhores do que o exercício convencional e pode ajudar a melhorar a força, tonificação muscular e resistência de várias maneiras:

Beneficios EMS

Principais benefícios da EMS

Desenvolve a força e resistência

Normalmente, quando você se exercita na academia (ou faz outros exercícios semelhantes), usa apenas 40 a 70% do seu potencial de força. A EMS melhora o funcionamento muscular e aumenta a intensidade das contrações musculares, permitindo que seu corpo utilize até 90% do seu potencial, alcançando mais em menos tempo.

Desenvolve o músculo (hipertrofia)

A estimulação extra que seus músculos recebem durante uma sessão de treinamento EMS é o que leva a um aumento da massa muscular. Após somente algumas sessões de treinamento, geralmente já é possível perceber um aumento no tamanho dos músculos do peito, dos braços e das pernas.

Reduz a gordura

A EMS promove um alto nível de atividade metabólica durante as sessões de treinamento, que inclusive se mantém por muitas horas depois do fim da sessão. Quanto mais alto o seu metabolismo, mais seu corpo vai queimar gordura e formar massa muscular magra. No caso das mulheres, o treinamento EMS demonstrou reduzir o tamanho das áreas problemáticas mais comuns, como a cintura, quadris e coxas.

Melhora a postura e reduz a dor nas costas

Um desequilíbrio na musculatura postural das costas, da barriga e do assoalho pélvico pode causar vários sintomas desconfortáveis, como dor nas costas. Você pode notar esse desconforto, especialmente, se estiver sentado em uma cadeira por longos períodos. A EMS pode ser direcionada especificamente a esses grupos musculares de difícil acesso para treiná-los.

Alivia o estresse

Um atleta que usa estimulação muscular elétrica terá menos estresse e ansiedade, o que pode ajudá-lo a ter um melhor desempenho. As contrações podem ajudar o atleta a se sentir mais relaxado, pois o sangue mais oxigenado flui através do corpo e isso pode ajudá lo a se concentrar melhor.

Melhora a elasticidade e flexibilidade

O exercício com eletroestimulação também pode nos trazer, dependendo do tipo de treinamento que fizermos, melhorias indiscutíveis no nível de potência, é claro, mas também em termos de elasticidade e flexibilidade.

Tonifica os glúteos e elimina a celulite

A EMS atua sobre os tecidos moles, como as células adiposas e o tecido conjuntivo. Pode ajudar a reduzir a aparência da celulite, melhorando a circulação, eliminando toxinas, tonificando os músculos e estimulando a produção de colágeno e o fluxo sanguíneo na pele.

Fortalece o abdômen

A EMS exercita o abdômen e melhora os resultados, alcançando todas as fibras musculares que não podemos com exercícios tradicionais. Os eletrodos estão dispostos de forma a permitir um trabalho eficaz sem comprometer o conforto.

Fortalece o assoalho pélvico

A eletroestimulação ativa os músculos do assoalho pélvico e os ajuda a manter sua contração. Nas pessoas que têm essa área muito enfraquecida, a eletroestimulação é praticamente a única maneira de contrair os músculos do assoalho pélvico.

Benefícios da EMS em lesões

Um dos maiores benefícios da Estimulação Muscular Elétrica (EMS) é que ela pode ser usada para tratar a debilidade ou atrofia musculares resultantes de lesões ou de longos períodos de imobilidade. Funciona estimulando os músculos, faz com que se contraiam e se relaxem, como se fosse uma atividade física normal através de contração elétrica muscular.

A eletro estimulação ajuda a desenvolver força na área afetada e pode ser usada para tratar pacientes completamente incapacitados, criando respostas de contração muscular involuntária, melhorando e mantendo o tônus muscular sem que realizem atividade física real.

Muitas lesões relacionadas ao esporte reduzem a amplitude do movimento das articulações, especialmente nos ombros, cotovelos e joelhos. A EMS pode ser usada em uma articulação comprometida para aumentar a amplitude de movimento e promover a cicatrização na área lesionada, aumentando o fluxo sanguíneo e, assim, reduzindo a inflamação.

Alivia a dor crônica com eletroestimulação.

Muitos pacientes sugerem que a EMS os ajuda a aliviar a dor crônica nas articulações e músculos, bem como o sofrimento devido ao estresse e tensão. Essa terapia é excelente para aliviar a dor de pacientes com fibromialgia e ainda pode ser usada para tratar dores de cabeça crônicas, fraqueza muscular e fadiga, bem como dores corporais de modo geral.

Devido à restrição de movimento nas articulações sensíveis e inflamadas, a terapia EMS funciona bem em pacientes com artrite, pois aumenta a amplitude de movimento em suas articulações e reduz a dor e a inflamação. A EMS consegue esse efeito canalizando uma corrente elétrica de baixa frequência através dos nervos musculares e do tecido conjuntivo. O alívio da dor ocorre quando o corpo começa a secretar quantidades adicionais de endorfinas e outros analgésicos naturais na área afetada.

Outros benefícios da EMS

Reduz a tensão muscular

O treinamento EMS promove a circulação sanguínea pelos músculos, o que pode ajudar significativamente a liberar os pontos de tensão e contraturas musculares.

Melhoria do desempenho esportivo

Em muitos tipos de esportes, a força tem um grande impacto no desempenho. O treinamento com EMS maximiza a capacidade e força musculares, além de corrigir desequilíbrios posturais que podem afetar o rendimento. Trata-se de um programa incrivelmente útil e eficiente em relação ao aproveitamento do tempo, em conjunto com o treinamento convencional. Isso vale para todo tipo de esportes como o ciclismo competitivo, atletismo, futebol e natação.

Correção dos desequilíbrios musculares

A EMS está projetada para permitir a seleção de certos grupos musculares, algo especialmente importante se você quiser corrigir os desequilíbrios musculares. Estar sentado em uma cadeira por um longo tempo, por exemplo, causa encurtamento dos músculos do peito e enfraquecimento simultâneo dos músculos dos ombros e das costas.

Menos tensão no sistema musculoesquelético

O treinamento de EMS não implica em um esforço adicional. A intensidade do treinamento não se deve a cargas pesadas, mas à estimulação elétrica. É um treino muito mais fácil para as articulações e para o sistema musculoesquelético. Durante a eletroestimulação, a intensidade do treinamento é gerada pela estimulação elétrica, permitindo que o usuário desfrute de sessões de treinamento suaves, fáceis para as articulações, sem ter que usar cargas adicionais como os pesos / halteres.

Recuperação pós-parto

Quem teria pensado que a estimulação muscular elétrica poderia ajudar após a gravidez? Além de ajudar a perder peso e tonificar, o treinamento com EMS ajuda a fortalecer os músculos do assoalho pélvico, que geralmente ficam estirados e se enfraquecem após a gravidez, situação em que pode haver incontinência urinária. No entanto, a EMS fortalece essa área, pois estimula os músculos adutores da coxa, bem como os nervos que inervam os músculos do assoalho pélvico. É extremamente útil na prevenção da incontinência urinária, um problema comum enfrentado pelas mulheres após a gravidez.