O que comer depois do treino?

Assine a nossa newsletter!

O que comer depois do treino

Se você começou a treinar recentemente, é normal que tenha dúvidas sobre o que comer depois do treino, por isso, neste post vamos resolver esse ponto importante nas dietas para tonificar e emagrecer, e vamos dar dicas. para que esse processo se torne sua rotina diária. Vamos começar!

O que posso comer depois do treino

Depois do treino, é preciso saber quais são os alimentos mais importantes, e quais vão favorecer melhor nossos objetivos, sejam eles quais forem.

Não podemos nos dar ao luxo de invadir a despensa e nos encher de qualquer tipo de alimento após o treinamento, pois isso pode comprometer todo o trabalho que realizamos durante o treinamento.

Levando isso em consideração, é normal que surja a pergunta: qual é a coisa mais saudável para comer depois do treino? Antes de responder a esta pergunta, você também deve saber que é normal que a sensação de fome aumente após o exercício.

Isso ocorre porque depois do treino o calor do nosso corpo aumenta, e nosso metabolismo acelera. Isso faz com que o sangue seja desviado para aquelas partes do corpo que exercitamos, e devemos repor essa “energia” consumida na forma de alimentos.

Outro fator que devemos levar em conta é que quanto maior for o músculo que trabalhamos em nossa rotina de exercícios (por exemplo, o quadríceps), maior apetite teremos depois do treino, pois um músculo tão grande requer o consumo de mais energia para se exercitar. isto.

Como aspecto adicional a esses dados, também devemos levar em consideração que, quando nos exercitamos, “queimamos” três dos principais macronutrientes: carboidratos, proteínas e gorduras.

A realidade é que cada tipo de treino vai gastar mais de um tipo de macronutriente do que de outro, por isso é fundamental que a alimentação que ingerimos depois do treino se concentre em cobrir aquele macronutriente que mais gastamos.

A alimentação pós-treino não só irá ajudá-lo a recuperar o corpo depois do treino, como também será determinante para atingir os objetivos traçados, como ter o barriga lisa, tonificação ou recuperação muscular.

O que posso comer depois do treino

Quanto tempo você tem que esperar para comer depois do treino?

A resposta é que você não deve esperar muito para ingerir algo em seu corpo. A melhor hora para comer depois o treino é dentro de uma hora e meia depois do treino. Isso porque nosso corpo está em seu ponto máximo de ativação do metabolismo, e é nessa hora que o organismo assimila melhor a absorção dos nutrientes.

É por isso que temos aquela sensação de fome depois do treino: o corpo nos pede “combustível” para poder continuar com as atividades diárias.

“Nosso corpo armazena o excesso de energia na forma de proteína e glicogênio.”

Quando nos exercitamos, o corpo retira energia da última coisa que comemos, e é nesse momento que começa a liberação do glicogênio que havíamos armazenado.

Nossos músculos começam a usar proteína dentro de algumas horas de treinamento para reconstruir os músculos depois do treino, mas também é justo dizer que nosso corpo é incrivelmente bom em absorver carboidratos e proteínas em 45 minutos de treinamento. Todo este processo é essencial para conseguir tonificar os músculos e defini-los com sucesso.

O que não deve ser comer depois do treino?

Existem muitos tipos de alimentos que não são recomendados depois do treino, mas isso não significa que não sejam necessários em outras refeições e/ou horários. Aqui fazemos uma pequena lista de alimentos que não são recomendados para comer depois do treino:

  • Hortaliças: Apesar de serem os alimentos mais saudáveis e ricos em vitaminas e minerais, esse alimento não possui calorias suficientes para repor carboidratos e proteínas após o esforço físico.
  • Carne vermelha: as gorduras saturadas contidas neste alimento reduzem exponencialmente a função metabólica e também afetam o aprendizado e a memória.
  • Refrigerantes: Não nos referimos apenas aos típicos refrigerantes carbonatados, mas também aos sucos de frutas, pois esses líquidos contêm frutose, substância particularmente nociva ao metabolismo.
  • Fast food: Este alimento é caracterizado por desacelerar o processo de digestão, o que faz com que o metabolismo desacelere devido ao grande esforço que o corpo faz para digerir os alimentos.
  • Álcool: quando estamos prontos para fazer exercícios, o corpo começa a desidratar e, como já sabemos, o álcool causa esse efeito em nosso corpo.
  • Logurte não natural: Este alimento é muito benéfico se for isento de gordura e totalmente natural, já que outros iogurtes costumam ter uma grande quantidade de açúcar adicionado.
  • Chocolate 0% Cacau: As calorias deste alimento repõem rapidamente a gordura depois do treino e provocam uma digestão lenta. Além disso, não é um alimento saciante.

Qual é a melhor comida para comer depois do treino?

Quando começamos a treinar pela primeira vez, principalmente nos primeiros dias, começamos a sentir fome o tempo todo. Esse impulso por comida pode arruinar todo o nosso trabalho e objetivos alcançados se não prestarmos atenção, por isso é importante saber quais são os melhores alimentos para comer depois do treino:

As 5 refeições ideais para depois do treino

Você não precisa complicar sua vida ou comer algo trabalhoso depois do treino, então aqui estão 5 refeições ideais, rápidas, simples e fáceis de comer depois o treino. Anote!

  • Aveia com leite: Você pode combinar este alimento com frutas, canela ou baunilha.
  • Torrada de Atum com Legumes: É uma refeição leve e nada pesada, também é ideal para quando a preguiça toma conta da vontade de cozinhar, só precisa de cebola, tomate, abacate e um pouco de atum.
  • Panquecas de Aveia: Ninguém fica amargo com um doce de vez em quando, mas se puder transformar esse doce em algo saudável, melhor ainda. A esta refeição pode adicionar toppings saudáveis como frutas, ou calda.
  • Carne ou peixe grelhado: pode acompanhar estes alimentos com vegetais e assim cobrir todos os macronutrientes necessários.
  • Omelete francesa, legumes e queijo: essa opção costuma ser mais utilizada no jantar ou no café da manhã. Você pode usar dois ovos para nos dar a proteína necessária e misturá-los com alguns vegetais como abobrinha, cebola ou brócolis, e fazer uma refeição o mais completa possível. Você também pode adicionar um toque de queijo com baixo teor de gordura.

O que comer depois do treino para aumentar a massa muscular

Para uma melhor recuperação, é necessário ingerir alimentos entre 30 minutos e 2 horas depois do treino, além de consumir alimentos ricos em carboidratos, ricos em fibras e proteínas. Isso permite o processo de ressíntese de glicogênio e a reconstrução das fibras musculares.

O que comer depois do treino para emagrecer

Se quisermos focar para queimar gordura e perder peso, não precisamos consumir sólidos que nos dão energia instantaneamente, mas sim beber muita água para eliminar toxinas e estimular a transpiração.

Os alimentos que devemos ingerir neste processo devem ser entre 1 e 2 horas depois do treino, preferindo os alimentos de digestão lenta, para que o organismo continue a utilizar as gorduras como energia.

Quando dizemos alimentos de digestão lenta, não queremos dizer que eles devem ser ricos em gordura. Você pode comer alimentos como maçã com pé ou iogurte desnatado com frutas ou aveia.

Existem também outros métodos para perder peso mais rapidamente, como usar acessórios de treinamento, como coletes de eletroestimulação.

Eletroestimulação para emagrecer

A eletroestimulação intensifica o exercício metabólico, o que faz com que o nosso corpo queime gordura mais rapidamente e torne mais eficaz e visível o nosso objetivo de perder peso.

Mas os coletes de eletroestimulação não são apenas benéficos em dietas de perda de peso, eles têm muito mais vantagens.

Quanto tempo você tem que esperar para comer depois do treino

O que comer depois do treino noturno

Já comentamos em diversas ocasiões que as proteínas são as melhores aliadas para ajudar a reconstruir nossos músculos e torná-los mais fortes, sem esquecer os carboidratos, responsáveis por repor nossas reservas energéticas.

No entanto, é necessário reduzir as quantidades de carboidratos no jantar, pois estes não podem ser “queimados” à noite. Também é importante evitar qualquer tipo de gordura saturada ou saudável.

Conclusão

Resumindo, é muito importante ter em conta a nutrição quando treinamos regularmente para evitar problemas físicos futuros, como roturas musculares devido a uma má alimentação dos nossos músculos.
Deve saber que um fato de eletroestimulação potencia os resultados do seu treino e é um acelerador de metabolismo perfeito. É ideal tanto para tonificar como para emagrecer, e promove uma perfeita recuperação muscular natural depois do treino. Assine nosso blog e, se quiser saber mais, deixe-nos aqui os seus dados.

Perguntas frequentes sobre o que comer após o treino

O que acontece se você não comer nada após o treino?

Se você não comer nada após o treino, seu corpo poderá sentir diversos efeitos, tanto em termos de recuperação quanto de desempenho em treinos futuros. Aqui estão algumas coisas que podem acontecer:

  • Diminuição da recuperação muscular: Após um treino, os músculos precisam de nutrientes para se recuperarem e repararem. Se você não comer nada, a recuperação muscular pode ficar comprometida, o que pode levar ao aumento da fadiga muscular e a um maior risco de lesões.
  • Perda de energia e exaustão: Não consumir alimentos após o treino pode deixá-lo com pouca energia, o que pode afetar o seu desempenho nas atividades diárias ou em treinos futuros.
  • Dificuldade em manter ou aumentar a massa muscular: Se o seu objetivo é ganhar ou manter músculos, a falta de alimentação pós-treino pode dificultar esse processo, já que o corpo necessita de proteínas e carboidratos para a síntese e recuperação proteica muscular.
  • Hipoglicemia: Não comer após o exercício pode causar queda nos níveis de açúcar no sangue, o que pode levar a sintomas de hipoglicemia, como tontura, fraqueza e fadiga.
  • Perda de nutrientes essenciais: Após o exercício, o corpo precisa repor nutrientes como proteínas, carboidratos e eletrólitos para se recuperar adequadamente. Se você não comer nada, poderá perder o fornecimento desses nutrientes essenciais ao seu corpo.

O que acontece se eu comer uma banana depois do treino?

Comer banana após o treino pode ser uma excelente opção para recuperação e energia, já que a banana é fonte de nutrientes benéficos para o corpo após o exercício. Aqui mostro o que pode acontecer se você comer uma banana após o treino:

  • Recuperação de glicogênio muscular: Após o treino, os músculos precisam repor o glicogênio, que é a principal fonte de energia utilizada durante o exercício. As bananas são uma boa fonte de carboidratos naturais, principalmente na forma de glicose, que ajuda a restaurar os níveis de glicogênio muscular.
  • Reidratação: As bananas também contêm potássio, um mineral importante para a função muscular e regulação dos fluidos corporais. Após o exercício, é importante repor eletrólitos, como o potássio, que pode ser perdido através do suor.
  • Energia imediata: Os carboidratos da banana fornecem uma fonte rápida de energia, que pode ajudar a aliviar a fadiga e a sensação de cansaço após o treino.
  • Redução de cãibras musculares: O potássio da banana pode ajudar a prevenir ou reduzir cãibras musculares, que às vezes ocorrem após exercícios intensos.
  • Vitaminas e minerais essenciais: Além de potássio e carboidratos, as bananas contêm outras vitaminas e minerais essenciais, como vitamina C, vitamina B6 e manganês, que podem ajudar na recuperação e na saúde geral.

O que comer para perder peso após o treino?

Após um treino, é importante fornecer ao corpo os nutrientes necessários para a recuperação e apoiar os seus objetivos de perda de peso. Aqui estão algumas opções de comida que você pode considerar:

  • Proteína magra: A proteína é essencial para a reparação e crescimento muscular. Opte por fontes magras, como peito de frango, peru, peixe, carne magra, tofu ou legumes, como lentilhas.
  • Vegetais de folhas verdes: Os vegetais de folhas verdes, como espinafre ou couve, são baixos em calorias e ricos em nutrientes. Você pode preparar uma salada ou adicioná-las a um smoothie verde.
  • Carboidratos complexos: Os carboidratos são importantes para repor os estoques de glicogênio nos músculos. Opte por fontes de carboidratos complexos, como aveia, arroz integral, quinoa ou batata doce.
  • Gorduras saudáveis: As gorduras saudáveis, como as encontradas no abacate, nozes e sementes, podem fornecer energia e ajudar a controlar a fome.
  • Shakes de Proteína: Os shakes de proteína são uma opção pós-treino conveniente, pois podem fornecer proteína de alta qualidade rapidamente. Você pode misturar proteína em pó com água, leite ou iogurte e adicionar frutas ou vegetais para dar sabor.
  • Frutas: As frutas frescas são uma opção saudável e natural para satisfazer o desejo pós-treino por algo doce. Opte por frutas como banana, maçã, frutas vermelhas ou laranja.
  • Água: A hidratação é essencial. Beba água suficiente para repor os líquidos perdidos durante o exercício.
  • Evite alimentos ultraprocessados: Procure evitar alimentos ricos em açúcares adicionados, gorduras saturadas e calorias vazias, como refrigerantes, sorvetes e fast food.
  • Controle as porções: mantenha um equilíbrio adequado entre proteínas, carboidratos e gorduras e controle as porções para evitar o excesso de calorias.
  • Planejamento: Planeje suas refeições e lanches pós-treino com antecedência para garantir que você tenha opções saudáveis à mão.

Lembre-se de que a chave para perder peso é manter um equilíbrio entre a ingestão de calorias e o gasto energético ao longo do dia. Além da dieta alimentar, exercícios regulares e descanso adequado são componentes importantes de um programa saudável de perda de peso. É sempre aconselhável consultar um profissional de saúde ou nutricionista credenciado para orientação personalizada de acordo com suas necessidades e objetivos específicos.

Comparte este post:

[geot_country_name]