Estes são os 5 tipos de agachamento que você deve incorporar em sua rotina

Assine a nossa newsletter!

Estes são os 5 tipos de agachamento que você deve incorporar em sua rotina

O agachamento é um dos exercícios que não devemos ignorar em nossa rotina diária de exercícios. Sem dúvida, seu potencial é bastante alto, principalmente quando dominamos a técnica e ousamos outras mais exigentes. Mas que tipos de agachamento existem? Como executar cada um? A seguir, tiramos suas dúvidas e mostramos como aumentar o nível com a ajuda da eletroestimulação.

O que são agachamentos?

O agachamento é um exercício estruturado em duas partes. Primeiro, você deve flexionar as pernas e abaixar o corpo até que as nádegas fiquem próximas ao chão. Em seguida, você deve realizar o exercício inverso para alongar os membros inferiores e voltar para cima. Isso envolve os glúteos, quadríceps e isquiotibiais.

Deve-se notar que esta técnica fortalece significativamente a parte inferior do corpo. Você ficará surpreso ao saber que seu poder vai além das pernas, já que o abdômen e a parte inferior do abdômen também são ativados. Esse costuma ser o grande esquecido por ser o mais difícil de estimular, mas com esse exercício você vai conseguir.

Paradoxalmente, este é um dos exercícios mais odiados entre os atletas. Porque é assim? É verdade que as pernas tendem a carregar facilmente, mas por isso é necessário dar-lhes força. Além disso, muitas vezes, a dor ou desconforto que causam é porque estão fazendo errado.

Para que servem os agachamentos?

Este exercício é perfeito para fortalecer as pernas e os glúteos, principalmente se for feito com peso. Da mesma forma, ajudam a afinar os membros inferiores, pelo que são ideais para prevenir a atrofia muscular. Além disso, provocam um movimento que beneficia as articulações, principalmente os joelhos.

Quais músculos são trabalhados com o agachamento?

O glúteo é um dos grandes beneficiados, principalmente pelo impulso que recebe do quadril ao subir. Os adutores (na parte interna da coxa) são ativados quanto mais abertas as pernas estiverem ao descer. Outros envolvidos são os estabilizadores do quadril, os músculos dorsais e os músculos lombares.

Benefícios de fazer diferentes tipos de agachamento

Quando nos referimos a fazer um agachamento, queremos dizer fazê-lo bem. Pode parecer óbvio, mas tem gente que acredita que tudo acontece por altos e baixos. Se você fizer isso, estará colocando muito estresse nas articulações e ligamentos. Isso não quer dizer que os resultados demorariam muito.

Um dos benefícios de praticar os diferentes tipos de agachamento está relacionado à estabilidade. Como mencionamos anteriormente, os músculos estabilizadores do corpo estão envolvidos durante o movimento de descida e subida. Portanto, eles são consideravelmente reforçados, especialmente aqueles encontrados no núcleo.

Aumentar a massa das pernas é difícil, pois elas possuem músculos grandes. No entanto, os agachamentos podem aumentá-los gradualmente, especialmente se você aplicar mais do que apenas o peso corporal. Por sua vez, as articulações do joelho e do tornozelo também são fortalecidas.

Muitas pessoas que incluem alguns tipos de agachamento em suas rotinas de exercícios dirão que o fazem para tonificar. E têm razão, porque são ideais para descobrir os glúteos e as coxas eliminando a gordura que os envolve, especialmente no caso dos primeiros. Por sua vez, este exercício tem sido associado a um V abdominal mais pronunciado.

Benefícios de fazer diferentes tipos de agachamento

Tipos de agachamento

Em si, deve ficar claro que eles podem ser muito variados. Não recomendamos fazer um treino completo baseado nos tradicionais, mas sim intercalar séries com os equipamentos complementares. Mas que tipos de agachamento existem? Faremos uma revisão para explicar a execução dos mais relevantes.

Agachamentos de pulo

Estes são perfeitos para envolver também cardio, então eles podem ser sua melhor opção se você estiver procurando perder peso. Consiste em fazer um agachamento normal, mas seguido de um salto no local ou para frente. Assim, seu corpo também receberá um impulso extra de energia e o fluxo sanguíneo será ainda mais estimulado.

O ideal é deixar as pernas ligeiramente abertas, em torno de 45º. Você pode manter um kettlebell em suas mãos se quiser adicionar mais demanda, embora o importante seja que você o faça bem. Por se tratar de um exercício aeróbico, recomendamos fazer um aquecimento que inclua correr um pouco.

Agachamentos com peso

Se nas anteriores o peso era opcional, nestas é obrigatório. Desta forma, podem ser combinados com um pouco de treino de força que envolva também os braços, embora em menor grau. A principal vantagem dessa modalidade é que ela ativa mais o abdômen e acelera o crescimento muscular nas pernas.

Você tem duas opções principais. Se você é iniciante, pode pegar um kettlebell, como explicamos antes. Mas se você já fez esse tipo de treino antes, talvez consiga colocar um peso nos ombros (atrás da cabeça). Claro, faça isso na frente de um espelho para que você possa controlar sua postura e evitar lesões nas costas ou no pescoço.

Agachamento com bola

O agachamento com medicine ball é uma boa alternativa aos anteriores, pois combina força e cardio. Consiste em manter entre as mãos uma bola medicinal de 2 a 5 quilos de peso. A diferença é que, quando terminar o movimento de elevação, você deve continuar com os braços para cima enquanto salta.

Embora possa parecer que serve apenas para aumentar o peso, você deve saber que ajuda a manter o equilíbrio. De que forma? Se com os tradicionais você pode manter os braços estendidos para a frente, agora você pode focalizá-los na bola. De qualquer forma, evite apertá-lo quando as pernas doerem para não desviar a energia do corpo.

Agachamento com banda

As bandas são ótimas para construir músculos, pois os forçamos a vender uma resistência externa. Para fazer isso, você deve colocá-lo entre as pernas e separá-las até começar a notar a tensão na parte externa das coxas. Depois, você pode realizar o agachamento normalmente, com ou sem o peso.

Você tem que ter cuidado com essa técnica porque tem uma armadilha. Ao colocar a faixa e separar um pouco as pernas, pode ser que você não sinta nenhuma dificuldade. No entanto, seus músculos ficarão tensos com o passar dos segundos em um processo bastante rápido. Portanto, é melhor determinar qual extensão é boa antes de começar a descer.

Agachamento com uma perna

Esta modalidade foi criada para testar o seu equilíbrio e trabalhar o meio da parte inferior do corpo. O que você deve fazer é descer com uma perna, mantendo a outra em posição estendida para a frente. Depois, resta fazer o exercício da maneira normal, mas com as mãos na cintura ou também para a frente para maior estabilidade.

Como o equilíbrio é essencial, recomendamos que você faça alguns exercícios abdominais antes de começar. Eles serão responsáveis ​​por evitar que você caia, então complemente com 3-5 séries de abdominais. Também evita que o joelho deslize para dentro, podendo causar lesões.

Tipos de Agachamento com eletroestimulação

Tipos de Agachamento com eletroestimulação

Você sabia que treinar com eletroestimulação (EMS) pode fazer você ver os resultados muito mais cedo? A chave é aproveitar o efeito que as correntes têm em seu corpo para maximizar o benefício dessa prática. Caso você ainda não saiba quais são as vantagens do EMS, mostraremos brevemente algumas:

  • Melhora os resultados do treinamento submetendo todos os músculos a tensão e movimento constantes.
  • Ative as camadas musculares mais profundas de seus músculos, que são impossíveis de alcançar com o exercício convencional.
  • Trabalhe sem negligenciar os músculos menores, que muitas vezes são difíceis de estimular.
  • Minimize o esforço após o treino acelerando a recuperação e prevenindo o aparecimento de lesões.
  • Neutraliza o efeito da atrofia muscular, principalmente após um tempo sem exercício.

Para desfrutar de todos estes benefícios, os fatos de eletroestimulação são o seu melhor aliado. O traje EMS Slim Plus foi projetado para atletas que desejam aproveitar ao máximo cada hora de treinamento. Sem dúvida, uma ótima opção para ter mais resultados e acelerar o tempo de descanso.

Realizar qualquer tipo de agachamento com eletroestimulação tem uma característica muito interessante. É possível ativar todas as fibras musculares da parte inferior do corpo, principalmente as das coxas e nádegas. Isso se traduz em desempenho muito superior sem a necessidade de fazer uma contribuição extra de esforço.

Por sua vez, você pode ativar seu metabolismo para estimular ainda mais o processo de queima de gordura. Esses trajes EMS também mostraram que é possível fazê-lo localmente. Trata-se de atuar nas áreas onde mais tecido adiposo se acumula para prevenir o aparecimento da celulite, ou detê-la completamente.

Resumindo, os diferentes tipos de agachamento devem ser a base de uma boa rotina de pernas. A chave para obter todo o seu potencial é praticar séries de diferentes tipos e, claro, aproveitar o efeito da eletroestimulação.

Se você quer saber como funciona nossa tecnologia aplicada ao esporte, na Wiemspro teremos o maior prazer em lhe mostrar. Assine nosso blog!

Comparte este post:

[geot_country_name]